domingo, 30 de enero de 2011

Angola é o único país para onde a emigração de portugueses cresce

Foi apresentado o primeiro atlas das migrações internacionais portuguesas, no colóquio "Migrações, minorias e diversidade cultural", na Fundação Gulbenkian, em Lisboa. O livro passa em revista os últimos 100 anos das migrações portuguesas e reúne informação dispersa por dezenas de estudos.
O estudo diz que há 2,3 milhões de portugueses espalhados pelo mundo.

Neste momento, Angola é o único país fora da Europa para onde há emigração significativa e foi o único país onde o crescimento se manteve com a crise. Como a crise atingiu todos os países europeus, a emigração portuguesa para a Europa baixou. Acrescentou o sociólogo Rui Pena Pires.

A emigração de portugueses para Angola é uma “excepção à regra da concentração” na Europa como destino, mas o facto de ser um fenómeno recente não permite determinar se será temporário ou prolongado, realça o sociólogo Rui Pena Pires.

“O desenvolvimento, já neste século, de uma emigração para Angola, onde provavelmente viverão já cerca de 60 mil portugueses”, é “o mais recente e mais fora da norma” fluxo migratório atual, disse à agência Lusa o sociólogo e professor universitário Rui Pena Pires, um dos oradores que hoje intervém no colóquio “Migrações, Minorias e Diversidade Cultural”, que se realiza na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

Mas o mesmo fluxo para Angola, frisa Rui Pena Pires, é também “aquele sobre o qual há mais dúvidas em relação ao volume e à estabilidade”, pois “ainda hoje não é possível afirmar com certeza que esta emigração para Angola é uma emigração com o mesmo grau de fixação que teve a emigração, por exemplo, para Espanha ou Reino Unido”.

O sociólogo adverte no entanto: “É cedo para isso, é [um fenómeno] muito novo. Podemos estar perante um fenómeno de emigração temporária, que desaparece ou se esbate daqui a alguns anos, como perante um novo destino de fixação”, aponta o especialista em migrações.

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada